Para otimizar, é preciso medir. Como medir os recursos de TI? (Demo)

Medir os recursos de TI é fundamental para propor melhorias.

Medir os recursos de TI periodicamente é fundamental para garantir a eficiência das estratégias e propor melhorias necessárias. Mas além dos ativos tangíveis, como recursos físicos e informações orçamentárias -, é fundamental considerar ativos intangíveis que demandam análises mais complexas. E tudo isso alinhado aos objetivos da empresa. Para facilitar essa tarefa, citamos alguns indicadores aos quais você deve se atentar.

 

Plano de Desenvolvimento de Informática – PDI

O Plano de Desenvolvimento de Informática ou simplesmente PDI é o plano de partida para medir os recursos de TI de acordo com as demandas da área e da empresa. Ele possibilita fazer o diagnóstico, planejamento e gestão da capacidade de TI. Dessa forma, ajuda a determinar a necessidade de troca e/ou aquisição de equipamentos, implantação/melhorias de processos e sistemas, além de oferecer os indicadores para orientar a área a atingir retorno do investimento realizado (ROI).

O PDI influencia também no planejamento de recursos humanos, na medida em que possibilita identificar o perfil das pessoas que deverão integrar o time de TI de acordo com as demandas tecnológicas da empresa.

 

Monitoramento da disponibilidade e controle das paradas

Na maioria das empresas, todas as informações passam pelo ambiente tecnológico e uma única parada pode causar grandes impactos para o negócio. Por isso, um dos maiores objetivos da TI é combater o downtime, principalmente de recursos responsáveis por suportar áreas críticas da operação.

Identificar gargalos na capacidade e no desempenho dos recursos é tarefa-chave na rotina da TI que deseja otimizar seus recursos. E, para isso, é necessário monitorar o funcionamento e ter informações em tempo real sobre recursos como servidores, link de internet e telefonia para tomar ações em casos de instabilidade ou queda.

Por fim, é recomendado observar, tanto a capacidade – para aumentá-la quando for necessário – quanto à ociosidade dos recursos, que pode impactar o orçamento da empresa.

 

Gestão de incidentes e chamados de usuários

No que diz respeito aos incidentes e chamados de usuários, a TI deve estar comprometida em ir além da resolução isolada de cada caso. É importante que existam práticas na área que priorizem as ocorrências de acordo com sua importância. Por exemplo, um incidente com um servidor que parou um determinado serviço da empresa tem um impacto muito maior para a operação do que um chamado de um usuário que não está conseguindo abrir um determinado aplicativo

Ao medir os recursos de TI, é preciso considerar o quanto o departamento está comprometido em ir além da resolução imediata e pontual dos problemas, e analisar os incidentes como um todo, para assim identificar problemas comuns. Dessa forma, será possível verificar o grau de alinhamento entre a equipe e os objetivos da empresa e propor soluções que tornem sua atuação mais assertiva.

 

Medir recursos de TI para investir em melhorias

A área de tecnologia deve ser continuamente melhorada para oferecer níveis de serviço cada vez mais satisfatórios aos seus usuários e manter-se estratégica dentro da empresa. Medir os recursos de TI em detalhes é fundamental para planejamento e controle dos recursos e processos.

Se em suas análises você constatou que sua TI não está alinhada aos objetivos de seu negócio, talvez a solução para otimizá-la seja terceirizar seus serviços. A CompartilhandoTI oferece soluções completas em tecnologia e de acordo com as suas necessidades. Além disso, ainda presta consultoria, medindo os seus recursos e propondo melhorias constantes. Saiba mais como podemos ajudá-lo!

 

Leave a comment